Nação Sacerdotal Yeshua Melekh
Artigos
O Conceito Tanaico de “Anjos”

Atualmente quando se fala em “anjo”, a primeira coisa que as pessoas vão pensar é um ser com aspecto humano com asas de ave que passa o dia todo voando e cantando. Mas o que o Tanakh nos diz a respeito dos anjos? Como os antigos compreendiam esta questão? Será que o conceito comum está de acordo com o que diz as Escrituras?

Definição

Anjo no Hebraico é descrito pela palavra (מַלְאָך - Mal’ãkh) que significa “mensageiro”. Esta palavra vem de uma origem desconhecida e aparece em todo o Tanakh mais de 200 vezes.

Uma outra palavra que vale a pena destacar é a palavra “trabalho” que no Hebraico é (מְלָאכָה - melãkhãh). A semelhança na escrita nos revela que estas palavras estão ligadas de alguma forma. Alguns acreditam que melãkhãh é derivado de mal’ãkh, porém outros dizem que ambas as palavras tem uma origem comum desconhecida, mas o fato é: Todos concordam que estas duas palavras tem um sentido comum.

Quando nós percebemos que as duas palavras estão ligadas, podemos analisar melhor o significado da palavra mal’ãkh, podendo ser compreendido também como aquele que trabalha ou executa uma obra, ou seja, podemos traduzir também como um “executor” ou “obreiro”.

Analisando o Tanakh

Vamos começar nossa analise no Tanakh sobre um ponto onde as traduções comuns trazem mal’ãkh como “mensageiro”.

"Então Izevel/Jezabel mandou um mensageiro[מַלְאָ֔ךְ - mal’ãkh] a Eliyãhu/Elias, a dizer-lhe: Assim me façam os deuses, e outro tanto, se de certo amanhã a estas horas não puser a tua vida como a de um deles."
Melãkhim Aleph/1 Reis 19.2

Observe bem que este mal’ãkh não se trata de nenhum ser espiritual, mas é um homem comum a serviço de Izevel que foi mandado como mensageiro à Eliyãhu. Ou seja, “anjo” não significa que seja apenas seres espirituais, mas também podem se tratar de homens comuns como eu e você, e fazendo um serviço comum, sem qualquer atividade sobrenatural ou de importância religiosa.

Uma outra passagem curiosa a respeito deste conceito está centrada sobre o discípulo de Eliyãhu.

"Então Elishã/Eliseu lhe mandou um mensageiro[מַלְאָ֣ךְ - mal’ãkh], dizendo: Vai, e lava-te sete vezes no Jordão, e a tua carne será curada e ficarás purificado."
Melãkhim beth/2 Reis 5.10

Observe que este “anjo” agora tem um papel mais religioso, podemos assim dizer, mas ainda assim se trata de um homem comum. O que podemos perceber é que este anjo é uma pessoa que porta uma mensagem da qual é recebida toda a autoridade de seu autor, ou seja, é como se a própria pessoa estivesse ali falando através do mensageiro.

E é exatamente por este motivo que os profetas falam como se fossem o próprio YHWH falando, pois uma vez que estes são os mal’ãkhim (anjos) de YHWH, eles estão sob a autoridade Dele para dizer as palavras Dele.

"Assim diz YHWH: Onde está a carta de divórcio de vossa mãe, pela qual eu a repudiei? Ou quem é o meu credor a quem eu vos tenha vendido? Eis que por vossas maldades fostes vendidos, e por vossas transgressões vossa mãe foi repudiada."
Yesha'yãhu/Isaías 50.1

Este foi apenas um exemplo de muitos, pois é bastante comum esta relação entre o profeta e YHWH, mostrando o profeta falando em nome de YHWH. E esta ideia do profeta ser um anjo de YHWH é algo bastante claro em Haggay.

"Então Ageu, o mensageiro [מַלְאַ֧ךְ - mal’ãkh] de YHWH, falou ao povo conforme a mensagem de YHWH, dizendo: Eu sou convosco, diz YHWH."
Haggay/Ageu 1.13

O texto diz claramente: “Haggay, o anjo de YHWH”. Além dos profetas, os sacerdotes também são anjos de YHWH.

"Porque os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e da sua boca devem os homens buscar a lei porque ele é o mensageiro [מַלְאַ֥ךְ - mal’ãkh] de YHWH dos Exércitos."
Mal'ãkhy/Malaquias 2.7

Uma outra observação, é que o nome Malaquias em Hebraico quer dizer literalmente “meu anjo”. Detalhes a parte, o que gostaria de ressaltar é que o anjo de YHWH é todo aquele que deseja fazer a obra Dele, sendo um simples Homem, tendo revelação sobrenatural ou apenas ensinando a respeito dos mandamentos.

Além dos bons anjos, que falam o bem, existem também os anjos maus, que anunciam a maldade.

"O que prega [מַלְאָ֣ךְ - mal’ãkh] a maldade cai no mal, mas o embaixador fiel é saúde."
Mish'lê/Provérbios 13.17

O texto em Hebraico diz literalmente “O anjo mau cai no mal”. O tradutor evita a palavra “anjo” para que o leitor não pense em demônios. Mas o que o redator quis expressar é apenas a imagem de um homem comum que faz más obras.

Além deste aspecto humano do “anjo”, temos também uma outra característica bastante peculiar que devemos analisar a respeito de mal’ãkh. Desta vez o “anjo” não é humano, e também não é um ser espiritual com aparência humana.

"E ha'Elohim mandou um anjo[מַלְאָ֥ךְ - mal'ãkh] a Yerushãlayim para a destruir; e, destruindo-a ele, YHWH olhou, e se arrependeu daquele mal, e disse ao anjo[לַמַּלְאָ֤ךְ - lammal’ãkh] destruidor: Basta, agora retira a tua mão. E o anjo[וּמַלְאַ֤ךְ - ummal’akh] de YHWH estava junto à eira de Ornã, o jebuseu."
Div’rê hayamim ãleph/1 Crônicas 21.15

O que as pessoas geralmente pensam ao ler esta passagem? Elas imaginam um ser espiritual com aparência humana matando e destruindo tudo pela frente. Mas será que é isso mesmo? Para entendermos, basta lermos o contexto.

"E Ghãdh veio a Dãwidh, e lhe disse: Assim diz YHWH: Escolhe para ti, Ou três anos de fome, ou que três meses sejas consumido diante dos teus adversários, e a espada de teus inimigos te alcance, ou que três dias a espada de YHWH, isto é, a peste na terra, e o anjo de YHWH destrua todos os termos de Israel; vê, pois, agora, que resposta hei de levar a quem me enviou. Então disse Dãwidh a Gãdh: Estou em grande angústia; caia eu, pois, nas mãos de YHWH, porque são muitíssimas as suas misericórdias; mas que eu não caia nas mãos dos homens. Mandou, pois, YHWH a peste a Yisrã’el; e caíram de Yisrã’el setenta mil homens."
Div'rê hayamim ãleph/1 Crônicas 21.11-14

O redator deixa bem claro que a “espada de YHWH” é a “peste”. Do mesmo modo, o anjo de YHWH é o que gerou a peste. Mas o que tem a ver a “espada” com a “peste”? Isto se chama antropomorfismo e já vimos esta questão no artigo *[Antropomorfismo e a existência de YHWH]*. O redator utiliza de objetos palpáveis e materiais para ilustrar uma ação de YHWH que é invisível, mas isso não quer dizer literalmente que YHWH estava com uma espada na mão. Do mesmo modo, a ação do “anjo” é liberar a peste sobre Yisrã’el, mas isso não quer dizer que este “anjo” seja um ser espiritual com aparência humana, mas pode simplesmente ser uma ação da natureza que desencadeou a migração dos insetos que cobriu todo o Yisrã’el. Isto está relacionado com o que definimos no início deste artigo, quando relacionamos a palavra “melãkhãh” e “mal’ãkh”. Ou seja, neste caso, o mal’ãkh é um agente da natureza que executou uma obra conforme os desejos de YHWH. Este agente pode ser até mesmo um forte vento, ou tempestades, ou até mesmo um incêndio. Bom, não interessa o que gerou esta migração, mas o fato é que o executor fez com que a peste chegasse a Yisrã’el, e isso nada tem a ver com um ser espiritual com aparência humana.

Uma outra passagem temos em Tehilim onde mostra de forma bastante clara esta questão das ações naturais como anjos de YHWH.

"Como operou os seus sinais no Egito, e as suas maravilhas no campo de Zoã; E converteu os seus rios em sangue, e as suas correntes, para que não pudessem beber. Enviou entre eles enxames de moscas que os consumiram, e rãs que os destruíram. Deu também ao pulgão a sua novidade, e o seu trabalho aos gafanhotos. Destruiu as suas vinhas com saraiva, e os seus sicômoros com pedrisco. Também entregou o seu gado à saraiva, e os seus rebanhos aos coriscos. Lançou sobre eles o ardor da sua ira, furor, indignação, e angústia, mandando maus anjos [מַלְאֲכֵ֥י - mal’ãkhê] contra eles. Preparou caminho à sua ira; não poupou as suas almas da morte, mas entregou à pestilência as suas vidas."
Tehilim/Salmos 78.43-50

Observe que o Salmista enumera uma série de pestes que são eventos natureza, mas depois o Salmista chama-os de “maus anjos”. O salmista está em conformidade com o que vimos anteriormente, onde vemos que os anjos são executores dos desígnios de YHWH, onde até mesmo a peste pode ser um anjo de YHWH. Um outro detalhe importante a ressaltar é que, o anjo mal não é um demônio, pelo contrário, conforme vemos estes anjos são anjos de YHWH com o objetivo de executar algum tipo de dano ao Homem, por isso são chamados de “maus anjos”, mas isso não quer dizer que estes anjos sejam seres malignos.

Além das ações naturais sendo descritas como anjos, temos também um outro caso peculiar, onde até mesmo um sentimento humano é um anjo.

"Os lábios de justiça são o contentamento dos reis; eles amarão o que fala coisas retas. O furor do rei é mensageiro [מַלְאֲכֵי - mal’akhê] da morte, mas o homem sábio o apaziguará."
Mish'lê/Provérbios 16.13-14

Uma simples raiva que um rei sente, é um anjo da morte, ou seja, o desejo do rei em punir o insensato é o ponto inicial para a execução da pena de morte.

Bom, vimos até aqui muitos conceitos interessantes que estão ligados à palavra Mal’ãkh, mas na passagem abaixo veremos algo bastante diferente dos conceitos anteriores e algo que vai lhe deixar um tanto confuso certamente.

"Porém o anjo [מַלְאַ֨ךְ - mal’ãkh] de YHWH disse a Manoá: Ainda que me detenhas, não comerei de teu pão; e se fizeres holocausto o oferecerás à YHWH. Porque não sabia Manoá que era o anjo [מַלְאַ֥ךְ - mal’ãkh] de YHWH. E disse Manoá ao anjo [מַלְאַ֥ךְ - mal’ãkh] de YHWH: Qual é o teu nome, para que, quando se cumprir a tua palavra, te honremos? E o anjo [מַלְאַ֥ךְ - mal’ãkh] de YHWH lhe disse: Por que perguntas assim pelo meu nome, visto que é maravilhoso? Então Manoá tomou um cabrito e uma oferta de alimentos, e os ofereceu sobre uma penha à YHWH: e houve-se o anjo maravilhosamente, observando-o Manoá e sua mulher. E sucedeu que, subindo a chama do altar para o céu, o anjo [מַלְאַךְ - mal’ãkh] de YHWH subiu na chama do altar; o que vendo Manoá e sua mulher, caíram em terra sobre seus rostos. E nunca mais apareceu o anjo [מַלְאַךְ - mal’ãkh] de YHWH a Manoá, nem a sua mulher; então compreendeu Manoá que era o anjo [מַלְאַךְ - mal’ãkh] de YHWH."
Shophetim/Juízes 13.16-21

A palavra “anjo” em vermelho significa que ela não se encontra no texto Hebraico. Mas fora este pequeno detalhe, vamos focar no restante. Certamente temos aqui um caso de um ser com aparência humana, porém, este ser certamente não é um homem qualquer, uma vez que este homem subiu através das chamas até o céu. Porém o que as pessoas não compreendem é quem é este anjo. As religiões ensinam que anjos são seres distintos de YHWH, e que o servem. Porém, para Manoá não era bem isso o que ele entendia por anjo. Veja abaixo o que Manoá disse após perceber que aquele homem com quem ele e sua esposa conversavam realmente era.

"E disse Manoá à sua mulher: Certamente morreremos, porquanto temos visto a Elohim."
Shophetim/Juízes 13.22

Mas por que Manoá diz que eles morreriam por ter visto Elohim, sendo que na realidade eles viram apenas um anjo? A resposta para esta pergunta é que hoje nós temos um conceito equivocado de anjos, pois estes anjos são uma manifestação do próprio YHWH, caso contrário, não faria o menor sentido esta afirmação de Manoá.

Mas como então poderíamos entender esta questão dos anjos sendo YHWH? A questão para entender este aspecto dos anjos é que temos que entender a natureza de YHWH. Em primeiro lugar, temos que entender que YHWH não é uma espécie de Ser Humano evoluído, pois Ele não tem um corpo assim como nós, e isso você pode ver com mais detalhes no artigo Antropomorfismo e a existência de YHWH (novamente estamos citando este artigo, por isso, se não leu, leia, pois é importante!). Uma vez que Ele não tem um corpo material, ele pode enviar uma parcela de sua própria existência, para assim se comunicar com os Homens. Mas por que YHWH manda uma parcela de si? Ora, a resposta para isso é simples.

"Mas, na verdade, habitaria Elohim na terra? Eis que os céus, e até o céu dos céus, não te poderiam conter, quanto menos esta casa que eu tenho edificado."
Melakhim ãleph/1 Reis 8.27

O que as Escrituras expressam é que a existência de YHWH é tão poderosa, que a sua própria Existência compromete a terra e os céus. Por isso, YHWH não pode se manifestar em sua forma completa diante dos Homens, pois se assim o fizesse, nem os Homens, nem a Terra aguentariam, e tudo deixaria de existir. Por este motivo, YHWH ao se comunicar com os Homens, ele envia à Terra uma parcela da sua própria Existência e esta parcela é chamado de Mal’ãkh (Anjo), este anjo, sendo o próprio YHWH, executa aqui a Sua obra e depois torna à YHWH, sendo novamente um. Isto nós podemos ver também em Bereshith, um exemplo bastante peculiar de YHWH interagindo consigo mesmo.

"Então YHWH fez chover enxofre e fogo, de YHWH desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra;"
Bereshith/Gênesis 19.24

Falando de forma bastante simples, YHWH que estava na Terra pediu para YHWH que estava no céu para chover enxofre e fogo, e isto não sou eu que estou dizendo, mas é o que está escrito!

Conclusão

Vimos até aqui que a palavra Mal’ãkh pode assumir muitos aspectos, mas todos eles estão distantes do que diz a cultura popular. Vejamos abaixo um resumo rápido do que vimos aqui:

  • Mal’ãkhim são mensageiros;
  • Estes mensageiros podem ser apenas Homens;
  • Estes Homens podem estar executando uma atividade qualquer;
  • Ou podem estar executando uma atividade religiosa;
  • Mal’ãkhim são executores;
  • Podem ser Homens executando a vontade de YHWH;
  • Pode ser um sentimento que gera uma ação;
  • Podem ser eventos da natureza;
  • Mal’ãkhim são o próprio YHWH manifestando uma parte de si aos Homens.

Certamente estes “novos conceitos” é algo difícil de entender, visto que estamos mergulhados em doutrinas falsas, e estamos acostumados a acreditar em algo que não condiz com as Escrituras, mas uma vez que nossos conceitos são confrontados, é difícil e desconfortável aceitarmos uma nova concepção, mas é necessário esvaziarmos para que YHWH nos encha novamente com a Ruach da Verdade e da Justiça!

Material produzido por: Edenyah ben Adam
Conecte-se conosco no Facebook
Siga-nos no Instagram
Siga-nos no Twitter
Se inscreva em nosso Canal
Nação Sacerdotal Yeshua Melekh
Proibida a reprodução sem o consentimento dos responsáveis