Nação Sacerdotal Yeshua Melekh
Artigos
Antropomorfismo e a existência de YHWH

É comum as pessoas pensarem em Elohim como um ancião barbudo de cabelos brancos, como também alguns pensam Nele como um homem gigante, dentre outros. Cada pessoa pode criar uma imagem de Elohim em sua cabeça, mas como Ele realmente é?

Vamos analisar o que o Tanakh nos revela sobre a existência de YHWH.

Definição

Antropomorfismo é uma forma de pensamento que atribui características ou aspetos humanos à Elohim. O Homem está condicionado a compreender o mundo através dos seus sentidos, pois para conhecermos, temos que ver, tocar, ouvir, cheirar e saborear. Não necessariamente precisamos utilizar todos os sentidos, mas no geral, buscamos compreender algo novo utilizando todas as formas de assimilação que são os nossos sentidos.

O vento sempre foi para a humanidade um símbolo de mistério, pois não podemos ver o vento, nem mesmo saboreá-lo, ou cheirá-lo, mas apenas podemos ouvi-lo através da audição e senti-lo através do tato. Devido a isto, vemos algumas passagens onde utiliza-se figuras de linguagem para assemelhar o desconhecido com algo conhecido, conforme vemos no exemplo abaixo do profeta Hoshea’.

"Um vento os envolveu nas suas asas, e envergonhar-se-ão por causa dos seus sacrifícios."
Hoshea'/Oséias 4.19

Todo mundo sabe que o vento não tem asas, mas o profeta utiliza uma figura conhecida pelos Homens e que há semelhança no contexto para exemplificar um fato que ocorrerá. Isto é antropomorfismo e a Palavra utiliza muito deste recurso para descrever Elohim e seus atos.

Analisando o Tanakh

Dentre as religiões o Antropomorfismo é algo desconhecido, mas no meio judaico é comum as pessoas conhecerem o conceito de antropomorfismo aplicado à Elohim, e devido a isso, muitos entendem que Elohim não tem forma humana, mas que os redatores bíblicos utilizaram de figuras para descrever as ações de Elohim. Veja o exemplo abaixo:

"Por causa do teu furor contra mim, e porque a tua revolta subiu aos meus ouvidos, portanto porei o meu anzol no teu nariz e o meu freio nos teus lábios, e te farei voltar pelo caminho por onde vieste."
Melãkhim beth/2 Reis 19.28

O exemplo acima é um caso bastante claro de antropomorfismo. O profeta fala a Hiz’qiyãhu/Ezequias à respeito de San’hêriv Rei de Ashur/Assíria, ao qual colocaria um freio e um anzol em San’hêriv, mas isto ocorreu literalmente?

"Sucedeu, pois, que naquela mesma noite saiu o anjo do Senhor, e feriu no arraial dos assírios a cento e oitenta e cinco mil deles; e, levantando-se pela manhã cedo, eis que todos eram cadáveres. Então San’hêriv, rei de Ashur, partiu, e se foi, e voltou e ficou em Ninewêh."
Melãkhim Beth/2 Reis 19.35-36

Conforme vemos, o anzol e o freio eram apenas figuras de linguagem para representar a derrota do Rei de Ashur.

Outro exemplo simples de antropomorfismo encontramos em Shemu’el.

"Subiu fumaça de suas narinas, e da sua boca um fogo devorador; carvões se incenderam dele."
Shemu'el Beth/2 Samuel 22.9

Muitas pessoas neste momento poderia imaginar um ser com figura humana soltando fumaça pelo nariz e fogo pela boca, mas observe que o cronista está descrevendo um vulcão em erupção. Porém, este vulcão em erupção é obra de YHWH, e por conta disto, o cronista usa algumas figuras para descrever o ocorrido. A fumaça que saia das narinas, não é uma fumaça que saia literalmente de narinas de um ser semelhante ao homem, mas sim, a fumaça que saia da terra em volta do vulcão, do mesmo modo, o fogo devorador não saia literalmente de uma boca, mas sim, saia da cratera do vulcão.

Ainda no mesmo texto, vemos que o cronista compara o trovão com a voz de YHWH.

"Trovejou desde os céus YHWH; e o Altíssimo fez soar a sua voz."
Shemu'el Beth/2 Samuel 22.14

Isto ocorre por que YHWH se revela aos Homens através dos elementos da natureza. Agora observe algo curioso que encontramos no livro de Reis.

"E disse: Sai para fora, e põe-te neste monte perante YHWH. E eis que passava YHWH, como também um grande e forte vento que fendia os montes e quebrava as penhas diante de YHWH; porém YHWH não estava no vento; e depois do vento um terremoto; também YHWH não estava no terremoto; E depois do terremoto um fogo; porém também YHWH não estava no fogo; e depois do fogo uma voz mansa e delicada."
Melãkhim Alef/1 Reis 19.11-12

Como já vimos antes, YHWH se faz revelar através dos elementos da natureza, mas neste caso acima, o cronista diz que o vento que passou, YHWH não estava nele. O mesmo ocorreu com o terremoto e o fogo. Agora fica a pergunta. Como um ser pode estar no vento, no fogo ou no terremoto?

A resposta é simples. YHWH não tem um corpo como nós temos, mas YHWH é como uma força, capaz de se manifestar no vento, fogo, terremoto, nuvens, etc.

As pessoas tem uma grande dificuldade em assimilar aquilo que não tem relação com seu mundo. Além do Homem não compreender, o Homem pode se sentir inseguro confiar em algo que o Homem desconhece. Por isso YHWH busca formas humanas para trazer conforto aos Homens. Um exemplo disso podemos observar no pãsuq abaixo.

"E o servo do homem de Elohim se levantou muito cedo e saiu, e eis que um exército tinha cercado a cidade com cavalos e carros; então o seu servo lhe disse: Ai, meu senhor! Que faremos? E ele disse: Não temas; porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles. E orou Elishã/Eliseu, e disse: YHWH, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. E YHWH abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Elishã/Eliseu."
Melãkhim beth/2 Reis 6.15-17

Observe que YHWH mostra através de uma visão uma imagem simbólica de um exército com cavalos e carros de fogo. Esta visão que o servo de Elishã teve foi apenas um meio de trazer conforto, mostrando que YHWH é muito maior que aquele exército. Observe que o texto em momento algum vai falar de uma guerra entre o “exército espiritual” e o “exército terreno”. No pãsuq 18 fala ainda que o exército foi ferido de cegueira, então, pra quê todo um exército se a solução foi simplesmente cegar? Viu como fica complicado interpretar o texto de forma literal? Tudo fica mais lógico quando entendemos que aquela visão foi apenas uma forma de trazer conforto ao servo de Elishã, e apenas isso.

E existência de YHWH é algo difícil de compreendermos, pois nós compreendemos apenas aquilo que é feito de carne, osso, pele, etc. Quando pensamos na onipresença de YHWH, o que a grande maioria das pessoas pensam? Muitos pensam em um Homem barbudo que se multiplica em vários “clones” e estes vários homens barbudos estão por todos os lugares, parecendo um Naruto ancião. Dificilmente encontraríamos alguém que pensa em YHWH como uma força elétrica capaz de se dividir e depois se reintegrar. Não estou aqui dizendo que YHWH é uma força elétrica, mas apenas exemplificando com algo que atualmente conhecemos bem.

Vejamos um caso de Bereshith onde temos YHWH em dois lugares ao mesmo tempo e interagindo consigo mesmo através de elementos da natureza.

"Então YHWH fez chover enxofre e fogo, de YHWH desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra;"
Bereshith/Gênesis 19.24

Observe que pelo texto temos YHWH na terra que ordena à YHWH no céu a mandar chuva de enxofre e fogo sobre as cidades. Isto ocorre por que esta força chamada YHWH pode se dividir, estando em mais de um lugar ao mesmo tempo, de modo que parte de YHWH pode interagir com outra parte de YHWH.

Além de vermos YHWH interagindo com Ele mesmo, percebemos que no relato do Rei Shelomoh, YHWH não poderia se manifestar em toda sua glória e grandeza no Templo, pois todo o Universo não era o suficiente para conter YHWH.

"Porém, quem seria capaz de lhe edificar uma casa, visto que os céus e até os céus dos céus o não podem conter? E quem sou eu, que lhe edificasse casa, salvo para queimar incenso perante ele?"
Div'rê Hayãmim Beth/2 Crônicas 2:6

O Rei Shelomoh nos mostra a grandeza da existência de YHWH. YHWH não é um ser gigante que não cabe no Universo, mas sim, uma força que não pode ser reunida em um único lugar, pois a existência estaria comprometida se YHWH reunisse toda a sua essência em nosso mundo.

A partir de agora, algumas pessoas podem se indagar. Se YHWH é uma força, que não tem forma humana, como fomos feito sua imagem e semelhança?

"E criou Elohim o homem à sua imagem; à imagem de Elohim o criou; homem e mulher os criou."
Bereshith/Gênesis 1.27

Quando o texto diz que fomos feitos a imagem de Elohim, isso não quer dizer que nossa forma humana é semelhante à forma de Elohim, mas sim, significa que somos semelhantes a Ele em capacidade de pensar, interpretar, julgar, governar, etc. Isto podemos comprovar olhando outro versículo em Bereshith.

"E Ãdhãm/Adão viveu cento e trinta anos, e gerou um filho à sua semelhança, conforme a sua imagem, e pôs-lhe o nome de Sheth/Sete."
Bereshith/Gênesis 5.3

Observe que todos os filhos de Ãdhãm tinham forma humana, mas somente Sheth era imagem e semelhança de Ãdhãm. Sheth era a imagem e semelhança de Ãdhãm porque este viveu os mesmos caminhos de seu pai, em sua integridade e obediência. Do mesmo modo, se somos imagem e semelhança de YHWH, isto quer dizer que recebemos Dele características que Ele tem, não necessariamente características físicas, porém, características de personalidade.

Conclusão

Vimos através deste pequeno estudo que YHWH não tem forma humana, mas sim, que Ele é uma força que pode se manifestar de muitas formas. E a forma como os redatores descreveram Elohim e suas obras, não implica que Elohim tenha forma humana, mas sim, apenas figuras de linguagem para associar coisas abstratas ao nosso mundo palpável.

Material produzido por: Edenyah ben Adam
Conecte-se conosco no Facebook
Siga-nos no Instagram
Siga-nos no Twitter
Se inscreva em nosso Canal
Nação Sacerdotal Yeshua Melekh
Proibida a reprodução sem o consentimento dos responsáveis