Nação Sacerdotal Yeshua Melekh
Notícias
Os benefícios da circuncisão

Infelizmente, muitos dos que dizem servir a YHWH, duvidam de Sua Palavra e questionam os mandamentos. Felizmente, a ciência tem descoberto os benefícios de uma vida em obediência à Torãh, e nesta notícia vamos estar falando a respeito da Berith Milãh (Circuncisão). 

 

A circuncisão e o vírus da AIDS 

 

O Dr. Drauzio Varella publicou em seu site um artigo muito interessante a respeito de pesquisas feitas sobre a difusão do vírus da AIDS. Abaixo um trecho do seu artigo. 

 

"A circuncisão é arma de grande valor no combate à AIDS. 

 

As primeiras evidências surgiram nos anos 1980, quando alguns médicos observaram que a prevalência da infecção pelo HIV, na Ásia e na África, parecia mais baixa, em regiões nas quais os homens eram circuncidados por imposição religiosa. 

 

Vários estudos realizados nos anos seguintes obtiveram resultados contraditórios, até que em 2002, Bertram Auvert, da Universidade de Versalhes, realizou o primeiro trabalho criterioso para comparar a prevalência do HIV entre homens submetidos ou não à circuncisão, em Orange Farm, na África do Sul, comunidade com grande número de casos de AIDS. 

 

Depois de doze meses, o comitê de segurança do estudo decidiu interromper o acompanhamento e oferecer circuncisão para todos os participantes. Os dados eram indiscutíveis: 60% de proteção entre os homens heterossexuais operados. 

 

Desde essa data, mais dois ensaios clínicos foram efetuados: um no Quênia, outro em Uganda. Ambos foram interrompidos por causa dos resultados francamente favoráveis à circuncisão. 

 

Hoje ninguém mais discute: em homens heterossexuais, ela reduz em 50% a 60% os índices de transmissão do HIV. Os epidemiologistas calculam que 3 milhões de vidas poderiam ser salvas, apenas na região abaixo do deserto do Saara, caso esse procedimento cirúrgico fosse colocado à disposição. 

 

Além da proteção contra o HIV, homens circuncidados apresentam menos infecções pelos papilomavírus, pelo treponema da sífilis e pelos vírus do herpes genital." 

 

 

Circuncisão e a próstata 

 

Estudos também demonstram que a circuncisão é um ato preventivo contra o câncer de próstata. Abaixo uma parte do artigo encontrado no site UAI. 

 

"O estudo incluiu entrevistas com 1.590 casos confirmados patologicamente de câncer de próstata em um hospital francês de Montreal, entre 2005 e 2009, além de 1.618 controles populacionais, ou seja, que não desenvolveram a doença. Em geral, homens circuncidados tiveram um risco ligeiramente mais baixo, embora não estatisticamente significativo (11%), de desenvolver câncer de próstata do que os não circuncidados. A condição foi considerada realmente protetora em indivíduos circuncidados com 35 anos ou mais. A pesquisa demonstra que, nessa faixa etária, eles têm 45% menos risco de desenvolver câncer de próstata. Um efeito protetor mais fraco foi observado entre os submetidos à cirurgia dentro de um ano após o nascimento (14%). Constatou-se uma proteção ainda maior entre os homens negros circuncidados (60%)." 

 

Fonte: http://sites.uai.com.br/app/noticia/saudeplena/noticias/2014/04/28/noticia_saudeplena,148385/circuncisao-evita-o-cancer-de-prostata-diz-pesquisa.shtml 

 

Homem circuncidado, proteção para as mulheres também 

 

As pesquisas feitas, mostravam em grande parte uma proteção maior para o homem, e as mulheres estavam sempre protegidas de forma indireta. Porém uma pesquisa feita direcionada às mulheres demonstra que elas também ficam menos propensas a doenças quando seus parceiros são circuncidados. 

 

No site do IG podemos encontrar um artigo que demonstra  através de uma pesquisa que homens circuncidados reduz a transmissão de HPV. 

 

"O papillomavirus humano (HPV) é uma infecção transmitida sexualmente que coloca as mulheres em risco de câncer cervical. Pesquisas anteriores já haviam demonstrado que a circuncisão reduz o risco de infecção por HPV nos homens. 

 

No novo estudo, foram analisados dados de dois testes clínicos realizados em Uganda que acompanharam homens e mulheres HIV-negativos entre os anos de 2003 e 2006. A incidência de novas infecções de alto risco de HPV foi 23% mais baixa em mulheres com parceiros circuncisados, constataram os pesquisadores." 

 

Fonte: http://saude.ig.com.br/minhasaude/circuncisao+pode+ajudar+a+diminuir+transmissao+de+hpv/n1237936959967.html 

 

Recomendações médicas 

 

As pesquisas tem se mostrado favoráveis ao ato da circuncisão e é recomendada por especialistas desta área. 

 

Vejamos abaixo o que o site TUASAÚDE.com tem a dizer a respeito no artigo escrito pelo Dr. Arthur Frazão. 

 

"A circuncisão é uma cirurgia que pode ser feita em qualquer idade, contudo no recém nascido esta cirurgia é mais fácil do que quando realizada mais tarde e os cuidados de higiene do pênis de um bebê que foi submetido à circuncisão devem ser rigorosos, com lavagem diária com soluções anti-sépticas e aplicação de óleo até que a pele esteja perfeitamente cicatrizada para evitar infecções na região." 

 

O mesmo ainda cita em seu artigo os benefícios da circuncisão, 

 

" 

  • Diminui o risco de doenças infecciosas na região genital e pélvica; 

  • Diminui o risco de infecção urinária; 

  • Diminui o risco de infecção no prepúcio; 

  • Diminui o risco de câncer no pênis, câncer de próstata e de câncer no colo do útero da parceira. 

  • Diminui o risco de infecção pelo HIV, mas não exclui a necessidade de camisinha em todas as relações. 

" 

 

 

Conclusão 

 

Os benefícios de uma vida em obediência tem se mostrado cada vez mais espantosos, pois o Mandamento dado há mais de 3.000 anos atrás, tem base científica. Obviamente, os que temem a YHWH, não precisam de comprovações científicas, mas, aqueles que não tem o temor, a ciência mostra que vale mais obedecer, do que seguir vãs filosofias.
Material produzido por: Edenyah ben Adam
Conecte-se conosco no Facebook
Siga-nos no Instagram
Siga-nos no Twitter
Se inscreva em nosso Canal
Nação Sacerdotal Yeshua Melekh
Proibida a reprodução sem o consentimento dos responsáveis