Nação Sacerdotal Yeshua Melekh
Reflexões
O rigor desnecessário

É comum as pessoas fazerem votos, jejuns, juramentos, sacrifícios, etc. Isto é feito hoje, mas não é nenhuma novidade, pelo contrário, pois este costume existe desde os primórdios da humanidade. A grande questão é que muitas pessoas estão apegadas a estes atos que vou chama-los aqui de “atos religiosos”. Estas pessoas usam destes atos religiosos como se fossem algo de extrema importância em nossa caminhada rumo ao Reino de YHWH.

Estou por acaso dizendo que é errado fazer estes atos religiosos? Certamente que não! Até mesmo a Torãh regulamenta tais atos. Obviamente, a Torãh tem um objetivo prático a respeito destes atos religiosos, mas o objetivo desta reflexão não é o de analisar o objetivo destes atos, mas sim, analisar que o momento em que o Povo está vivendo não é um momento para estes atos.

Mas como assim este não é o momento para fazer jejuns, votos, etc, mesmo fazendo parte da Torãh? Em primeiro lugar, vamos esclarecer algo! Existem mandamentos falando a respeito de votos na Torãh? Sim! A Torãh obriga as pessoas a fazerem votos? Não! Ou seja, a Torãh apenas regulamenta a forma como devemos lidar com os votos, mas não existe mandamento dizendo que devemos estar fazendo votos. Então, se uma pessoa por livre espontânea vontade decide fazer um voto, somente a partir deste momento ela vai estar obrigada a cumprir o mandamento, mas caso uma outra pessoa decida não fazer voto algum, esta pessoa não tem por obrigação ficar fazendo votos.

Entendendo isso, vamos esclarecer outro ponto a respeito destes atos religiosos descritos na Torãh. Estes atos religiosos existem para uma Yisrã’el ideal, mas, se não estamos vivendo em uma Yisrã’el ideal, então não devemos focar nestes atos religiosos. Mas o que seria este “Yisrã’el ideal”? Basta fazermos estas perguntinhas a seguir e se alguma destas respostas for “não”, então não estamos vivendo na Yisrã’el ideal: O Povo está vivendo na terra prometida? Existe harmonia entre as 12 tribos de Yisrã’el? Todo o povo está cumprindo a toda a Torãh?

Como podemos ver, todas as respostas foram “não”, o que podemos ver que estamos muito longe de uma Yisrã’el ideal. Mas por que devemos deixar os atos religiosos apenas para o momento em que vivermos na Yisrã’el ideal?

Mais acima falei que na Torãh, os mandamentos a respeito dos atos religiosos tinham um objetivo prático. Pois bem, os sacrifícios, por exemplo, tinham por objetivo ser alimento para os levitas e sacerdotes. YHWH não necessita de sacrifícios, pois YHWH não se alimenta das ofertas feitas pelo povo, porém YHWH se agradava dos sacrifícios pelo objetivo que era o mantimento dos levitas e sacerdotes. Logo, este ato religioso é bom, mas quando atingido o objetivo. Ora, se não estamos vivendo em Yisrã’el, e não temos a tribo de Levi servindo no Templo, qual seria o objetivo do sacrifício? Observe que este ato ficou completamente sem sentido quando percebemos que não podemos atingir o objetivo se praticamos este ato longe da Yisrã’el perfeita.

Um outro problema destes atos religiosos é que estes muitas das vezes são feitos apenas para satisfazer o ego da pessoa ou como uma forma de “dar satisfação” à outros. A questão é que a motivação por trás não é uma motivação autêntica, o que torna este ato ainda mais sem sentido.

No exílio não é um momento para pensar em sacrifícios, jejuns, votos, etc. No exílio é o momento para excedermos em justiça, praticando a piedade e a caridade, perdoando e sendo perdoado, buscando ser pessoas melhores, compreendendo para ser compreendido e amando para ser amado. No exílio, devemos nos esforçar cada vez mais para atingirmos o ideal da santidade, pois nada vale obedecermos alguns mandamentos e desprezarmos outros, pois os atos de piedade também são mandamentos, e estes mandamentos muitas das vezes são esquecidos. Estamos no momento de dedicarmos nossas vidas para viver uma vida em plena santidade, em obediência aos mandamentos, sendo exemplos para os demais e levando à todos as boas novas do Reino de YHWH. Quem diz isso não sou eu, mas sim, YHWH através de seu profeta, Zekhar’yãh.

"Então a palavra do YHWH dos Exércitos veio a mim, dizendo: Fala a todo o povo desta terra, e aos sacerdotes, dizendo: Quando jejuastes, e pranteastes, no quinto e no sétimo mês, durante estes setenta anos, porventura, foi mesmo para mim que jejuastes? Ou quando comestes, e quando bebestes, não foi para vós mesmos que comestes e bebestes? Não foram estas as palavras que YHWH pregou pelo ministério dos primeiros profetas, quando Yerushãlayim estava habitada e em paz, com as suas cidades ao redor dela, e o sul e a campina eram habitados? E a palavra de YHWH veio a Zekhar’yãh, dizendo: Assim falou YHWH dos Exércitos, dizendo: Executai juízo verdadeiro, mostrai piedade e misericórdia cada um para com seu irmão. E não oprimais a viúva, nem o órfão, nem o estrangeiro, nem o pobre, nem intente cada um, em seu coração, o mal contra o seu irmão."
Zekhar'yãh/Zacarias 7.4-10

Material produzido por: Edenyah ben Adam
Conecte-se conosco no Facebook
Siga-nos no Instagram
Siga-nos no Twitter
Se inscreva em nosso Canal
Nação Sacerdotal Yeshua Melekh
Proibida a reprodução sem o consentimento dos responsáveis